No Ideas
Porque os momentos mais criativos da humanidade nascem na nao necessidade de ideias...


[+] Perfil
+ Ricardo
+ 22 anos / Libriano
+ Osasco / Sampa
+ Coordenador de Projetos e Analista Programador
+ Cursando 2º Sem. de Matemática
+ Amo minha namorada (te amo, Catia), viajar, videogame, DDR, ParaPara, fidelidade, companheirismo, lasanha, Friends, Harry Potter (!!!), Sex and The City
+ Odeio traição, que me chamem de mentiroso, falsidade, falta de energia, falta de água, verduras e legumes, sentir ciúmes

[+] Meu Status
43683999

[+] Também escrevo
+ :: Super-Liga Weblogger ::

[+] Blog's Especiais
+ :: Abra-O-Leite ::
+ :: A vida tem dessas ... ::
+ :: Sin To Win ::

[+] Blog's de Amigos
+ :: 404 Error ::

[+] Blog's Diversos
+ :: Distante do Mundo Real ::

[+] Trabalho Com
+ :: Idéias no Ar ::
+ :: Gigio ::

[+] Mundo DDR
+ :: Puzzled Box of Thoughts ::
+ :: Pararimateia ::
+ :: Bah Girl ::
+ :: The NumB ::
+ :: Humilde Choupana do Innu ::
+ :: Aerith [Nature] ::
+ :: DDR Online ::

[+] Fotolog's
+ :: Carioca's Holly Craps ::
+ :: Traven ::
+ :: Ohannah Poney ::
+ :: Exhaust Eve ::


[+] Arquivos
+ Novembro 2003
+ Dezembro 2003
+ Janeiro 2004
+ Dezembro 2004
+ Janeiro 2005
+ Fevereiro 2005
+ Março 2005

Previsão do Tempo

Eu estou no Blog List

Weblog Commenting by HaloScan.com

Technorati Profile


[+] terça-feira, março 22, 2005 [+]

Minha certificação em Java

Olá, pessoal,

Finalmente vou pegar firme na minha certificação em Java. Parei de adiá-la mais para frente. Preciso começar a incrementar o meu currículo para ter um diferencial competitivo numa disputa de uma vaga de emprego (bacana ou não). Pensando nisso, meu blog vai ficar meio parado (como se já não estivesse). Mas eu tenho muitas anotações a fazer e abri um blog somente sobre a certificação dentro do JavaCertificate, um site muito bom para estudar sobre todas as certificações básicas da Sun, com alguns recursos gratuitos que já valem a pena o registro. O link pra lá é este. Lá o conteúdo estará em Inglês, pois assim treino a língua (que é necessária para a prova), melhoro o meu Inglês e ainda tenho mais chances de receber comentários sobre uma pergunta específica que eu realizar. Portanto não esperem me ver muito por aqui, pois meu tempo, que ja era escasso, agora será raríssimo.

Falows...

+ Postado mais ou menos as 1:15 PM |
+


[+] quarta-feira, março 16, 2005 [+]

Um jogo

Seja qual for o papel que voce precise desempenhar em uma certa circunstância, desempenhe-o em sua mais completa habilidade, desempenhe-o totalmente. Mas, quando ele terminar, é irrelevante se você foi bem sucedido ou fracassou. Não olhe para trás, siga em frente. Existem outros papéis que você precisa desempenhar. Fracasso e sucesso não são mais importantes. O importante é a consciência de que tudo é um jogo.

Quando toda a sua vida fica repleta dessa consciência,você é libertado e nada o prende. Você não está mais atado a coisa alguma, não está mais aprisionado a nada. Voce usa máscaras, mas sabe que elas não são sua face original. E você pode remover a máscara, pois agora voce sabe por que ela está ali. Ela é removível. E agora você também pode conhecer sua face original. A pessoa que está consciente que a vida é um jogo vem a conhecer a face original. E conhecer a própria face original é conhecer tudo o que vale a pena conhecer...

Retirado de um fórum de Gunbound, origem desconhecida...

+ Postado mais ou menos as 11:26 AM |
+


[+] quarta-feira, fevereiro 02, 2005 [+]

Alegria...

A alegria é uma espécie de hemorragia extasiante, um tipo de supercontentamento insuportável que transborda por cada poro de seu corpo. Não é possível deixar os outros alegres com sua alegria. A alegria precisa ser gerada pela própria pessoa: ou bem existe ou bem não existe. A alegria baseia-se em algo profundo demais para ser compreendido e comunicado. Estar alegre é ser um louco num mundo de fantasmas tristonhos.

Henry Miller

+ Postado mais ou menos as 11:41 AM |
+


[+] sexta-feira, janeiro 28, 2005 [+]

Press Start

Começa o jogo. No início a gente pega o controle e tenta descobrir os principais comandos, como andar, como falar, como fazer pra pegar aquela moeda no chão. Com os comandos aprendidos, começamos a jogar realmente. No início, o nosso objetivo é pequeno. Brincar com os amigos, ajudar o pai a pegar uma ferramenta na cozinha ou avisar a mãe a hora de tomar o remédio. Com o tempo, os quest vão ficando cada vez mais complicados. É ir a escola todos os dias, mostrar resultados em dia de prova, trabalhar para ajudar em casa. Até chegar no quest final.

Para alguns, é simplesmente manter sua família. Outros têm a ambição de ficar ricos. E alguns deixam o jogo rolar, sem realmente ter um objetivo em mente. Quem sabe até salvar o mundo. Independente do quest final de cada um, todos tem algo em comum: escolhas. Todo santo dia o jogo nos coloca diante de um desafio. Alguns pequenos, como qual o caminho usar, que roupa escolher, como pagar. Outros enormes, como trocar de emprego, resolver ter um filho. Algumas vezes a escolha foi até inconsciente, aí só nos resta entender o porquê de certas escolhas.

Mas porque justamente hoje, véspera de uma convenção para a diretoria e presidência de minha empresa em Itú (na qual sou palestrante), eu fui acordar com a boca inchada? Algumas regras do jogo da vida são realmente inesperadas, e essa não constava no meu manual de instruções (aliás, nada realmente essencial consta)...

Falows...

PS.: Este post também está publicado na Super-Liga Weblogger

+ Postado mais ou menos as 11:15 AM |
+


[+] segunda-feira, janeiro 24, 2005 [+]

Contradições fazem parte da vida...

Hoje pra mim é um dia extremamente contraditório pra mim. Primeiro o lado ruim...

Eu ia entrar de férias no começo de Janeiro por pelo menos uma semana. A segunda semana somente poderia ser tirada se um projeto (para o qual entregamos uma proposta) não fosse assinado até então. O projeto não foi fechado (ainda) e pude ficar minha segunda semana por lá. O problema é que durante ela (no dia 12, pra ser mais exato) minha mãe me ligou, dizendo que durante 2 semanas estava com dor de cabeça e pressão alta, se tratando com remédios e que não aguentava mais de dor, tanto na cabeça quanto no resto do corpo. Precisei voltar da praia, num dia péssimo, pois estava com neblina, chuva e já era noite.

Levamos a um hospital e ela precisou ficar internada. Teve alta no domingo (dia 16) e voltou pra casa, ainda sem saber exatamente o que tem. Somente sabemos que foi um sangramento na região da cabeça. Se foi um aneurisma somente vamos confirmar agora por volta do dia 12 de fevereiro, onde ela realizará novos exames para confirmar (ou não) a suspeita e ela poder retomar sua vida normal (já que ela está de castigo por 1 mês em repouso absoluto). Apesar de tudo, ela já não reclama mais de dor em local algum e se sente bem, tanto que está angustiada de ter que ficar em casa, e neste ponto ela é igual uma criança. Tem que conversar com muita calma e paciência até conscientizá-la da gravidade do problema e convencê-la a não abusar durante o período recomendado.

Do lado neutro, no Sábado tenho uma super bomba pra resolver. O meu chefe entrou de férias no serviço e me escalou para fazer uma palestra (que ele não poderia fazer) sobre a lei Sarbanes-Oxley (que eu até sexta-feira não sabia muita coisa sobre) para toda a diretoria e presidência da empresa. Nem preciso dizer o quão nervoso e apreensivo eu estou, né? Mas tem o seu lado bom. Se me sair bem desta apresentação, já terei feito meu marketing pessoal. Se por um acaso meu departamento se extinguir (quase aconteceu este final de ano), tenho condições de pleitear vagas em outros departamentos da empresa tendo a certeza de que conheçem um pouco do meu trabalho. Em compensação se eu me sair mal...

Do lado bom, a Catia voltou da praia no Sábado (a previsão de retorno era Segunda) e me fez uma surpresa. Foi muito bom, estava morrendo de saudades, pois desde que voltei da praia que não a via. Passamos um dos melhores finais de semana desde que começamos a namorar. Catia, te amo demais, viu? Não se esqueça disso...

Bom, pessoal, por enquanto é isso. Desculpe a demora na atualização mas acho que desta vez tem desculpas. Continuo a trazer os posts do outro blog pra cá. Eu chego lá, gente.

Falows...

PS.: Comecei a jogar Gunbound e está um vicio danado lá em casa. Meu nick é rtrind, óbvio. E acabei de virar machado de metal. Aos poucos eu chego lá.

+ Postado mais ou menos as 10:41 AM |
+


Copyright © 2003 - Proibida reprodução total ou parcial - Beatriz Stein - Tuxedo Template Shop